h1

Doce Novembro

novembro 28, 2008

doce-novembro1Filme que foge totalmente dos romances água-com-açúcar norte-americanos, onde a mocinha pobre fica com o mocinho rico que conheceu no colegial. Doce Novembro é dono de uma sintonia perfeita entre atores, música, cenário e cria um clima mágico que qualquer pessoa gostaria de viver.

O filme conta a história de Nelson Moss (interpretado por Keanu Reeves, ator de beleza, sorriso e talento indiscutíveis), um publicitário que vive pro trabalho e não faz nada além disso. Até conhecer Sara Deever (a lindíssima e oscarizada Charlize Theron) que, depois de brigas e desavenças, lhe faz a proposta de viverem juntos durante um mês. Sara usa como argumento a vontade que tem de ajudá-lo a viver a vida intensamente, sem ficar pensando somente no trabalho. Sara se considera tudo que Nelson perdeu e esqueceu na vida e o ajuda a recuperar da forma mais simples.

– Por que um mês?
– Porque é pouco tempo para se apaixonar, mas tempo o suficiente para acontecer algo inesquecível.

O filme trabalha os sentimentos que mais nos assombram hoje em dia como a escassez de tempo, excesso de trabalho, preocupações, engarrafamento, etc. Ele nos mostra que lidar com eles é mais fácil do que imaginamos. Que podemos encontrar a felicidade e a harmonia em coisas simples como na cena em que Nelson e Sara passeiam com cachorros na praia, ou em que ele a surpreende no meio da rua com várias rosas, enfim… O filme nos ensina a felicidade através das pequenas coisas da vida.

Romântico, tocante, fofo, sensível e nos ensina várias lições de como ser feliz de forma simples. Vale a pena assistir (não esquecendo do lencinho).

Doce Novembro possui uma trilha sonora impecável que, como mencionei acima, tem sintonia total com o resto do filme:

01. Amanda Ghost – Cellophane
02. Enya – Only Time
03. BT – Shame
04. Stevie Nicks – Touched By an Angel
05. K.D. Lang – Consequences of Falling [Lenny B. Remix] [Mix]
06. Paula Cole (merece destaque) – Heart Door
07. Tegan and Sara – My Number
08. Barenaked Ladies – Off the Hook
09. Robbie Williams – Rock DJ (vale a pena assistir o clipe)
10. Jackie Wilson – Baby Workout
11. Tracy Dawn – You Deserve to Be Loved
12. Celeste Prince – Wherever You Are
13. Bobby Darin – Other Half of Me

Não encontrei link para o download da trilha completa. Mas as músicas podem ser baixadas individualmente em qualquer site ou programa adequado para isso.

O tema principal do filme é Only Time da cantora Enya. Enya é a cantora de New Age de maior destaque musical. A New Age surgiu na década de 60 com o objetivo de retratar uma conexão do ser humano com a alma, fazendo nosso espírito ter uma conexão direta com a música. Super profundo e tudo a ver com o filme. Impossível ouvir e não sentir um arrepio. Para baixar, basta clicar aqui.

Bom, a disciplina pra qual eu fiz o blog está acabando. Não preciso mais postar em troca de nota. Ainda não sei que rumo dar ao Sonoplastia. Não sei se páro, se continuo, se continuo com um modelo diferente do que venho fazendo até agora, enfim… Vamos aguardar, né? Afinal de contar, o post de hoje foi bem espontâneo. Espero que venham outros assim.

Nem tão doce assim…

Já estamos em novembro. O ano passou muito rápido. Infelizmente, o meu novembro não foi tão doce quanto o do filme. Pra falar a verdade, meu novembro foi péssimo em todos os sentidos: na área sentimental, profissional, universitária, pessoal e física. Aliás, novembro é o mês em que entro no meu inferno astral. Queria não acreditar nessas coisas, mas os dias anteriores ao meu signo são sempre complicados.

O ano está chegando ao fim e nem tive tempo de parar para analisar todas as coisas que fiz no decorrer de 2008. Parece que foi ontem que iniciei o blog para a disciplina de Jornalismo Online I. Nem tive tempo de conhecer os colegas, muito menos lembro da fisionomia ou do nome da maioria deles. A rapidez com que o tempo passa me assusta. Sempre foi motivo de pânico pra mim. Da mesma forma que o tempo significa amadurecimento, crescimento, pode significar solidão, saudade e outros sentimentos bastante doloridos.

Se novembro não foi bom pra vocês (e isso me inclui), tenho certeza de que dezembro será. É final de ano, estamos perto do Natal. Época de se desculpar, perdoar, amar, deixar ser amado, ser feliz…

Então, até a próxima, seja lá qual for o formato do meu próximo post (se houver próximo post).

“Deixe-me ser seu doce novembro…”

10 comentários

  1. O teu trabalho de pesquisa é fascinante. Será muito desperdício deixá-lo “guardado na última gaveta”. Não assisti a este filme. Porém, confiando no teu bom gosto e no que escrevestes, fiquei com vontade de ver, saber do que se trata. Podes pensar em fazer crítica de cinema no blog. Por outro lado sei que és uma especialista em trilhas sonoras. A Elis e eu jogamos o Flash Pops Músicas de Filmes, e a cada quadro que passávamos ela comentava:”aposto que a Natacha sabe tudo isso de cor”. Tem de ver também se tu estás a fim de continuar escrevendo. Torna-se um compromisso, só que agora sem depender de notas, como já foi dito. O assunto, para mim é um dos melhores. A minha opinião não deve ser avaliada como sendo de muita importância porque eu gosto muito de música. O que aparecer para eu ler, se tiver qualidade, vou querer. Aos poucos tu decides sozinha.
    Sobre o inferno astral, também queria não crer. O meu acentuou-se em setembro, mas eu senti o ano todo bem difícil de ser encarado. Muitos nós para serem desfeitos. Eu espero por um 2009 muito melhor. Fico na torcida pela continuidade do blog, seja com as trilhas(“porque a vida tem de ter trilha sonora”) ou com críticas de cinema.

    Um abraço enorme à Natacha Kötz.


  2. É só uma impressão errada de minha parte ou o teu blog está mais bonito? Esse tom de azul ficou bem “joinha”!


  3. Tem certeza que tu não está no caminho certo? Gosto tanto de ler as coisas que tu escreve. Acho que escreve bem demais pra quem diz não gostar de jornalismo!


  4. esse filme é um exemplo de amor, vida e deixa qualquer um fora do comum. Um romance como esses mostra que o dinheiro não é tudo e muitas vezes não tras a felicidade que esperamos. Doce novembro é um record de simplicidade e muito amor, pode conferir.


  5. Bom trabalho, seria ate falta de caracter meu pesquisar aqui e nao comentar, sendo que vc deve ter perdido um bom tempo formulando tal texto.
    Muito agradecido, eu entrei procurando a musica tema do filme e sai com mais informaçoes doq imagina ter.
    Grato
    Carlos


    • Nossa, vi esse filme agora pouco e amei, as coisas acontecem em nossas vidas de tal forma que fica até difícil de explicar, pois minha intenção era somene de saber o nome da música que é tema do filme, e já fiquei encantada com todo o seu trabalho e dedicação,está de parabéns. E pra te dizer a verdade, vc é uma pessoa de muita sorte.
      ok. Bjim !!!!!


  6. muito lindo esse filme ………….eu bem que queria um novembro desse tirando a doença é claro ….um dos filmes que mais gostei de assistir


  7. Assisti a esse filme e o achei maravilhoso, pois embora retrate uma história comum, os personagens fazem com que reflitamos sobre a importância das boas relaçoes interpessoais, são elas que nos faz acreditar que a vida realmente vale a pena, e algumas,deixa-nos marcas indeléveis. Um abraço!!


  8. Parabéns pelo Blog.È maravilhoso fazer o nosso tempo e aproveitar cada minuto dele.A Sara que não tinha muito tempo fez e deixou uma lição bacana.Assisti o filme e fiquei apaixonada.Eu recomendo .Sem dúvida é o melhor filme que já assisti e olha que eu assisto muito filmes.Estou precisando trabalhar menos e viver mais.beijos!


  9. 10 anos enrolando pra ver esse filme… é impressionantemente a cartaze… muito toknte e triste.. espera um final feliz…. mas é a vida…😥



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: